Explica-me o que é a Engenharia Natural

engenharia-natural-ceabarreiro-supernova

Recentemente participei numa Oficina de Engenharia Natural, lecionada pelo Engenheiro Aldo Freitas, da EcoSalix, no Centro de Educação Ambiental da Mata Nacional da Machada e do Sapal do Rio Coina, no Barreiro. A engenharia natural, comummente conhecida como engenharia biofísica, prende-se com a utilização de técnicas com recurso a materiais naturais, combinados com estruturas inertes, como madeira, pedra, geotêxteis e metais.

Qual a sua função?

A engenharia natural trata-se de uma ferramenta de gestão de espaços naturais, permitindo, por exemplo, controlar a erosão (evitando o surgimento de fendas nos solos), estabilizar taludes e recuperar ribeiras. A Federação Europeia de Engenharia Natural defende a sua utilização no domínio da intervenção geotécnica e de mecânica de solos, de engenharia fluvial, hidráulica e florestal. Pretende-se, assim, reduzir os riscos ambientais e antrópicos e aumentar a funcionalidade ecológica e a qualidade visual das zonas tratadas.

Quais as biotécnicas?

As biotécnicas podem ser utilizadas de forma isolada ou combinadas entre si e dependem sempre do problema identificado. Perante a necessidade de controlar a erosão, por exemplo, será necessária a aplicação de técnicas de revestimento e cobertura. Em terrenos instáveis, a solução passará pela estabilização com técnicas que assegurem uma armação do terreno em profundidade.

Para além de técnicas de construção, recomenda-se complementar os trabalhos com técnicas que permitem o desenvolvimento da sucessão e do coberto vegetal, como a plantação de espécies lenhosas, ou a instalação de ilhas flutuantes para sistemas fito-depuradores. Pode encontrar produtos e serviços de engenharia natural na EcoSalix.

Engenheiro Aldo Freitas a formar os participantes

Engenheiro Aldo Freitas a formar os participantes

Quais as áreas de intervenção?

A engenharia natural abrange várias áreas de intervenção desde linhas de água a aterros sanitários. A aplicação de biotécnicas num ecossistema dominado por invasoras, por exemplo, é a proposta do projeto Biodiscoveries, que pretende valorizar e conservar o património natural do Barreiro.

Plantas Invasoras e Quadro Informativo

É possível saber mais acerca de espécies invasoras em Portugal através do site oficial, que dá acesso ao mapa com focos de plantas invasoras, ao manual de como as controlar e muitas outras dicas, assim como a uma aplicação para Android.

 Oficina de Engenharia Natural

A oficina, realizada dia 18 de fevereiro, com uma duração total de sete horas, contou com uma aula teórica, no Centro de Educação Ambiental, e a aplicação de algumas biotécnicas abordadas num pequeno troço de uma ribeira, para ajudar à sua recuperação e à instalação de um salgueiral que substituirá as acácias que o ladeiam, entretanto mortas e descascadas no âmbito do Biodiscoveries. É possível aceder ao vídeo do trabalho desenvolvido.

Pretende-se recuperar integralmente a ribeira do Zebro, num horizonte de 10 a 20 anos, e conta-se com o apoio dos cidadãos, que podem tornar-se voluntários do projeto. A próxima acção, dia 11 de março, consiste na remoção de plantas invasoras na Lagoa Pequena, em Sesimbra.

1 Comment

  1. Pingback: ACMA | Passatempos: atividades ao ar livre, em comunhão com a natureza

Comenta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.