‘Biogoods’ por um mundo mais verde

Biogoods por um pouco mais de verde

Biogoods, de Jorge Santos e Sofia Araújo, trata-se de um projeto de agricultura biológica, destinado a quem procura produtos autênticos e de qualidade, desenvolvido na Quinta da Capela, em Santiago de Piães.

Fundado em 2011 pelas mãos de um engenheiro informático, que se apaixonou  “por um pedaço de terra sobre o Douro”, e de uma engenheira e consultora ambiental, o projeto de agricultura e apicultura dedica-se de forma especial à sensibilização e ao turismo ambiental.

Na plataforma online do Biogoods, é possível aceder a toda a informação acerca do processo de encomenda de mirtilos e mel e até de como adotar uma árvore ou uma colmeia.

Mel Biogoods

Com três gerações de apicultores na família, a produção de mel é já uma tradição, sem utilização de produtos químicos para tratamento das colmeias, tendo por base a preocupação com a saúde e com a natureza. “A sua extracção é realizada artesanalmente, o que também é fundamental para a preservação de todas as suas propriedades”. Os preços variam de acordo com os formatos disponíveis, que vão de 300gr a 1kg.

Quanto aos mirtilos, fruto silvestre com inúmeras propriedades nutricionais e medicinais, são também cultivados biologicamente, “sem utilização de qualquer fertilizante ou pesticida químico e em harmonia com o ecossistema e a comunidade envolvente”. Entre as seis razões que os autores do projeto enumeram, encontram-se referências à riqueza em anti-oxidantes, essenciais para a prevenção de vários problemas de saúde.

Mirtilos Biogoods

Se preferir, pode adotar colmeias e jovens mirtileiros em socalcos sobre o rio Douro. O preço anual é de 10€ e as inúmeras vantagens incluem a possibilidade de recolher o seu próprio produto, participar em atividades da quinta e oferta, na próxima época ou colheita, de um frasco de mel ou mirtilos.

Para mais informações ou para encomendar, basta entrar em contacto por e-mail.

Comenta