Life in a Bag, o design aliado à sustentabilidade

©Life in a Bag

O projecto Life in a Bag nasceu para inspirar o mundo a cultivar, aliando o design à sustentabilidade e contribuindo para um estilo de vida saudável e um planeta mais amigo do ambiente.

Com selo Portugal Sou Eu e certificação de produção biológica, o Life in a Bag já foi distinguido com duas menções honrosas – no Green Project Awards (GPA) e no Food & Nutrition Awards FDA – e um primeiro lugar no Concurso de Ideias Minho Empreende, graças aos seus produtos que permitem criar, dentro de casa, uma horta de ervas aromáticas, flores comestíveis e vegetais biológicos.

Constituídos por um saco impermeável, um pacote de sementes biológicas, substrato orgânico, argila expandida e instruções completas para o sucesso, os Grow Bag (9€) são, provavelmente, a estrela do projecto. Manjericão, amores-perfeitos, capuchinhas, malagueta ou medronheiro apresentam-se como apenas cinco das muitas opções para cultivar em casa. Seguindo o mesmo conceito surgem também as Grow Cork (18€), num pote de cortiça.

 

Por outro lado, as Grow Box – caixas em aço com tampa de cortiça – surgem como hortas interiores, para cultivar durante todo o ano, junto a uma janela, legumes, baby leaves ou ervas aromáticas. Os preços (entre os 28€ e os 13€) variam consoante as sementes selecionadas. Depois de comprada uma caixa, pode comprar mais sementes – de rabanete, agrião, brócolo, rúcula, agrião ou beterraba – por apenas 2,50€.

Já para quem gosta de dar novas vidas aos objectos quotidianos, o Grow Pencil (3,50€) é um lápis aromático que, “quando for pequeno”, quererá transformar-se, por exemplo, num girassol, num tomate-cereja ou em camomila. Semelhante é o Seed Paper que – surgindo na forma de postais (3€), calendário (20€) ou Amigos da Horta (4€) – também pode ser plantado. Mas, entre muitos outros produtos, não se pode deixar de destacar a Grow Bottle (18€), uma garrafa de vidro com pedras do rio e um bolbo de Amaryllis vermelho.

Cereja no topo do bolo são as receitas sugeridas pelo projecto, como o requeijão vegan com microvegetais de brócolos ou o linguini com pesto de coentros e avelãs.

Os microvegetais são uma forma pequena de vegetais, cuja produção é feita a partir de sementes de hortícolas ou ervas aromáticas. São saborosos, muito saudáveis e surgem logo após a germinação.

Comenta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.